Casamento: um grande projeto

1

‘Não sei se caso ou compro uma bicicleta?’

O título desta matéria é do Cleto, missionário da Comunidade Canção Nova, que junto com a sua esposa, Carla, partilhou sobre casamento ou vocação matrimonial. De maneira muito alegre e divertida, sincera e verdadeira, o casal nos faz refletir sobre a dúvida que homens e mulheres têm quando deparam com a realidade do casamento em sua vida. Leia com atenção o que eles escreveram:

“Escrever sobre vocação matrimonial me fez lembrar as rodinhas de amigos nas quais, entre cervejas e aperitivos, alguém falava a frase: ‘Não sei se caso ou compro uma bicicleta’. Em meio ao bate-papo e piadas, existem sempre dois lados: os solteiros e os comprometidos. Nas rodas de amigos algo sempre me chamou a atenção: os comprometidos tinham saudade da vida de solteiro, que não tem compromisso com ninguém, toda hora é hora, e os solteiros aspiravam, um dia, a encontrar a sua ‘tampa'”, afirma Cleto.

“Casar é um grande desafio! E desafio é uma palavra que nos faz lembrar modernidade, juventude, pois exige coragem. Assim acontece também em todo relacionamento, afinal, para duas pessoas viverem juntas, para o resto da vida, é necessário diariamente superação e, ao mesmo tempo, criatividade. É claro que existem pessoas chamadas a viver solteiras, mas aqui estamos falando daqueles que querem compromisso”, reflete Carla.

“Desde o tempo de namoro o casal necessita perceber dois pontos: ambos são chamados à vocação do matrimônio e precisam olhar o casamento como o maior projeto de suas vidas”, salienta Cleto. “Quando se tem isso em mente o resultado é surpreendente! Vale a pena, pois, com o passar do tempo, diante do conhecimento mútuo, a convivência se torna mais tranquila”, completa Carla.

Na opinião do casal, várias situações são almejadas como projetos, como por exemplo: carreira profissional, viagens, a compra de um carro, um curso no exterior. Entretanto, ao constituir uma família, que deve ser o foco do casal, não dá para casar e querer levar uma vida de solteiro. Isso desgasta o relacionamento!

Cleto nos faz refletir sobre o casamento com três perguntas: “Queremos ser fiéis um para com o outro? Queremos gerar vida e educar? Afinal, é ou não é um projeto para a vida inteira?”

“Precisamos apreciar o casamento como projeto de vida e não apenas uma fase dela. Casar é ter alguém para amar todos os dias, é ter alguém para conversar, para confiar e conhecer! Casar é o maior projeto! É para a vida toda!”, encerra Carla.

Carla e Cleto Coelho

Missionários da Comunidade Canção Nova