Dioceses lançam Campanha da Fraternidade

2

Embora começe hoje, Quarta-feira de Cinzas, em várias dioceses, o lançamento foi adiado. Na arquidiocese de Fortaleza, dom José Antônio marcou para lançar amanhã, pela manhã

Fraternidade e a Vida no Planeta” é o tema. “ A criação geme em dores de parto” é o lema da Campanha da Fraternidade deste ano que será lançada de hoje até sábado em todas as dioceses cearenses – oito no Interior e a Arquidiocese de Fortaleza. O tema, proposto pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para todo o País, tem como objetivo conscientizar as comunidades cristãs e demais pessoas sobre a gravidade do aquecimento global e das mudanças climáticas. A CF-2011 incentiva o debate e ações para enfrentar o problema e preservar as condições de vida na Terra.

Na Diocese de Iguatu, na Região Centro-Sul do Estado, o bispo diocesano dom João José da Costa fará o lançamento a partir das 8 horas na Catedral da Sé, no centro da cidade. A diocese também está comemorando o Ano Jubilar – 50 anos de instalação e chegada do primeiro bispo, dom José Mauro Ramalho que ainda mora na cidade.Os festejos continuam até fevereiro de 2012.

Em Tianguá, na Serra da Ibiapaba,o bispo diocesano dom Francisco Javier Hernandez Arnedo, fará a abertura da CF-2011 hoje, às 19 horas, durante celebração eucarística na Catedral de Nossa Senhora Sanr´Ana, Em Limoeiro do Norte, na região jaguaribana, dom José Haring, o bispo diocesano, autoriza aos párocos a escolher o horário das missas em que vão abrir a Campanha da Fraternidade deste ano.

O padre Joaquim Cláudio, pároco da Basílica Menor de Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro do Norte, presidirá hoje as solenidades de abertura da CF-2011. A partir das 7h30min, os fiéis vão se concentrar na Ponte Monsenhor Murilo, no rio Salgadinho.Haverá um momento de oração em memória dos que lutaram pela preservação da natureza, entre eles, o Padre Cícero Romão Batista e depois os devotos seguem numa caminhada penitencial e ecológica até a Basílica.

A celebração eucarística e das Cinzas será presidida pelo pároco Joaquim Cláudio.

Em Sobral, na Região Norte, o bispo Odelir José Magri, que assumiu a diocese em dezembro de 2010, só abrirá a CF-2011 no próximo sábado, 12. Será a partir das 18h30min na Catedral de Nossa Senhora da Conceição, no centro histórico da cidade. Antes, dom Odelir vai dirigir uma mensagem ao povo da Zona Norte do Estado através da Rádio Educadora e outras emissoras, segundo informou o padre Gonçalo de Pinho, pároco da Catedral.

Fortaleza

O lançamento da campanha da Fraternidade, na Arquidiocese de Fortaleza, está marcada para amanhã, 10, a partir das 9 horas, no Centro de Pastoral “Maria, Mãe da Igreja”, no Centro. Haverá uma entrevista coletiva à imprensa com o arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio Aparecido Tosi Marques. Estarão presentes o bispo auxiliar dom José Luiz Ferreira Sales e o professor José Borzacchielo da Silva, do curso de Geografia da Universidade Federal do Ceará. 

 
ENTENDA A NOTÍCIA

A Campanha da Fraternidade terá início hoje, 9, primeiro dia da Quaresma, mas desde outubro do ano passado, quando o tema foi anunciado pela CNBB que o tema é discutido pelos fiéis em todas as dioceses do País.

 
SAIBA MAIS

 

Há dois anos A escolha do tema da Campanha da Fraternidade 2011 é feita pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) com dois anos de antecedência. A escolha do tema de 2012 já foi definida. Será “Fraternidade e Saúde Pública”.

Abaixo-assinado Para 2013, o Setor da Juventude da CNBB está organizando um abaixo-assinado para solicitar aos bispos que escolham a juventude com tema da Campanha da Fraternidade . A meta é reunir um milhão de assinaturas até o dia 17 de abril próximo. Na carta que anuncia a petição, o bispo referencial do Setor Juventude, Dom Eduardo Pinheiro da Silva pediu o envolvimento de todas as pastorais, movimentos, congregações religiosas na causa.

Tema em 1992 Em 46 anos de história, a Campanha da Fraternidade já abordou a juventude como tema. Foi em 1992, com o lema Juventude Caminho Aberto. O objetivo geral propôs “que a Igreja e as pessoas de boa vontade se comprometam com a juventude, como agente de uma nova evangelização e como força transformadora da Igreja e da sociedade”.