Evangelho do dia – Jo 11,19-27

2

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João 11,19-27

Naquele tempo,

Muitos judeus tinham vindo à casa de Marta e Maria

para as consolar por causa do irmão.

Quando Marta soube que Jesus tinha chegado,

foi ao encontro dele.

Maria ficou sentada em casa.

Então Marta disse a Jesus:

“Senhor, se tivesses estado aqui,

meu irmão não teria morrido.

Mas mesmo assim, eu sei que

o que pedires a Deus, ele to concederá”.

Respondeu-lhe Jesus:

“Teu irmão ressuscitará”.

Disse Marta:

“Eu sei que ele ressuscitará

na ressurreição, no último dia”.

Então Jesus disse:

“Eu sou a ressurreição e a vida.

Quem crê em mim, mesmo que morra, viverá.

E todo aquele que vive e crê em mim,

não morrerá jamais.

Crês isto?”

Respondeu ela:

“Sim, Senhor, eu creio firmemente

que tu és o Messias, o Filho de Deus,

que devia vir ao mundo”.

Palavra da Salvação.

Reflexão – Jo 11, 19-27


A morte de uma pessoa querida é, muitas vezes, causa de desespero para todos nós, pois nos parece que as nossas preces não foram ouvidas. Marta afirma: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido”. Ela mandou chamar Jesus, mas ele não estava presente no momento em que ela tanto precisava. Porém, ela não se desesperou por causa disso, continuou acreditando e o resultado da sua fé foi o retorno do seu irmão à vida, mostrando-nos, assim, que não devemos questionar a ação divina, mas sempre confiar em Deus, que faz tudo para o nosso bem, para a nossa felicidade e para a nossa salvação.