Evangelho do dia – Jo 6,22-29

1

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 6,22-29


Depois que Jesus saciara os cinco mil homens,

seus discípulos o viram andando sobre o mar.

22No dia seguinte, a multidão

que tinha ficado do outro lado do mar

constatou que havia só uma barca

e que Jesus não tinha subido para ela com os discípulos,

mas que eles tinham partido sozinhos.

23Entretanto, tinham chegado outras barcas de Tiberíades,

perto do lugar onde tinham comido o pão

depois de o Senhor ter dado graças.

24Quando a multidão viu

que Jesus não estava ali,

nem os seus discípulos,

subiram às barcas

e foram à procura de Jesus, em Cafarnaum.

25Quando o encontraram no outro lado do mar,

perguntaram-lhe:

‘Rabi, quando chegaste aqui?’

26Jesus respondeu:

‘Em verdade, em verdade, eu vos digo:

estais me procurando não porque vistes sinais,

mas porque comestes pão e ficastes satisfeitos.

27Esforçai-vos não pelo alimento que se perde,

mas pelo alimento que permanece até a vida eterna,

e que o Filho do homem vos dará.

Pois este é quem o Pai marcou com seu selo.’

28Então perguntaram:

‘Que devemos fazer para realizar as obras de Deus?’

29Jesus respondeu:

‘A obra de Deus é que acrediteis

naquele que ele enviou’.

Palavra da Salvação.

Reflexão – Jo 6, 22-29

Um dos caminhos que temos para conhecer melhor a pessoa de Jesus é o sacramento da eucaristia. Porém, esse caminho exige de todos nós uma postura de fé diante dele e uma abertura para as realidades que estão além da materialidade. As pessoas que só buscam a saciedade material e procuram Jesus apenas para a satisfação desse tipo de necessidade são incapazes de buscar o alimento que não se perde e que nos leva a reconhecer que Jesus é aquele que o Pai marcou com o seu selo. Essas pessoas não são capazes de ver que Jesus é o enviado do Pai e, por isso, não acreditam nele.