Evangelho do dia: Mc 10,46-52

1

Senhor, que eu veja!


+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos 10,46-52


Naquele tempo:

46Jesus saiu de Jericó,

junto com seus discípulos e uma grande multidão.

O filho de Timeu, Bartimeu, cego e mendigo,

estava sentado à beira do caminho.

47Quando ouviu dizer que Jesus, o Nazareno,

estava passando, começou a gritar:

‘Jesus, filho de Davi, tem piedade de mim!’

48Muitos o repreendiam para que se calasse.

Mas ele gritava mais ainda:

‘Filho de Davi, tem piedade de mim!’

49Então Jesus parou e disse: ‘Chamai-o’.

Eles o chamaram e disseram:

‘Coragem, levanta-te, Jesus te chama!’

50O cego jogou o manto, deu um pulo e foi até Jesus.

51Então Jesus lhe perguntou:

‘O que queres que eu te faça?’

O cego respondeu: ‘Mestre, que eu veja!’

52Jesus disse: ‘Vai, a tua fé te curou’.

No mesmo instante, ele recuperou a vista

e seguia Jesus pelo caminho.

Palavra da Salvação.


Reflexão – Mc 10, 46-52


Existem muitas pessoas que passam por sérias dificuldades e sofrimentos, que resultam em exclusão social. O Evangelho de hoje nos mostra uma realidade muito triste: a maioria das pessoas que são excluídas da sociedade também são excluídas da Igreja e do próprio relacionamento com Deus. Vemos que os seguidores de Jesus, que deveriam contribuir com ele para que houvesse a inclusão de todos no Reino são os primeiros que excluem o cego Bartimeu, pois querem que ele se cale. O Evangelho de hoje exige de todos nós um sério exame de consciência sobre os nossos valores e sobre a forma como nós vemos a religião e o seguimento de Jesus para que, em nome dele, não excluamos ninguém. O Mestre chama, conduzamos até ele.