Homilia do Pe. Francisco no dia 23/04/2011 ? Sábado da Vigilia Pascal

1

As diferentes leituras do Antigo Testamento permitem contemplar através da história de Israel como se propagou a luz salvífica desde a criação. Estas leituras recordam também que a história da salvação é nossa própria história e exorta ao compromisso de todos e de cada um com esta história.


1ª leitura. Gênesis. Enfatiza-se a bondade de Deus, que cria maravilhosamente o universo. Deus mantém com sua providência todos os seres. O ser humano, criado com a capacidade de conhecer o bem e o mal, tem a responsabilidade de preservar a obra de Deus.


Êxodo revela a ação salvífica de Deus atuando na história humana. O povo é chamado a dar sua resposta colocando-se em marcha, buscando a própria libertação. Deus caminha à frente, iluminando o povo durante a passagem da escravidão para a vida e a liberdade.

A travessia do mar Vermelho torna-se símbolo do batismo, no qual Cristo guia no caminho da vida nova.


Os textos proféticos de Israel, Baruc e Ezequiel acentuam a eterna misericórdia de Deus, que acolhe e renova a aliança com o povo ao longo da história. Por meio dos profetas Deus se compadece e chama o povo a uma renovada fidelidade no amor e na solidariedade. O apelo profético impele a procurar o Senhor, deixando-se envolver pela sua palavra, que não volta sem produzir seu resultado, sem cumprir com sucesso a sua missão.


A leitura aos Romanos – Paulo nos ensina que pelo batismo também o cristão passa da morte à vida. Esse mistério pascal de Jesus, mistério de morte e ressurreição énosso próprio mistério, porque o cristão, mediante o batismo está morto para o pecado e vivo para Deus.


Em Cristo Jesus o cristão vive o mistério de Cristo morto e ressuscitado cada dia nos momentos de tristeza e alegria, de enfermidades e saúde, quando pecamos e sentimos que Deus Pai nos acolhe com misericórdia. Essa realidade é vivida especialmentenos sacramentos.


Cada sacramento que recebemos é uma re-atualização do mistério Pascal e isto vemos claramente no texto de Romanos que acabamos de ouvir.


A narração da tumba vazia do Evangelho atribui à fala dos anjos o significado da Ressurreição de Jesus para as mulheres que foram ao sepulcro ao amanhecer do primeiro dia da semana, e para todos nós: não podemos buscar Jesus entre os mortos, porque está vivo no meio de nós.


Somente nos cabe descobrir o rosto de Jesus nas inúmeras pessoas que passam pela fome, nas crianças tristes e desnutridas, nas mulheres que necessitam de um pedaço de pão para elas e para seus filhos, no homem mal cheiroso que está ao vosso lado, em todos os homens e mulheres que, por diferentes caminhos, buscam Jesus.


 A tumba vazia não éuma prova da ressurreição de Jesus, mas apergunta que só terá resposta quando se aceita viver a experiência de Jesus ressuscitado.


Os apóstolos não acreditaram no que as mulheres narraram. Entre os Judeus, as mulheres não eram pessoas confiáveis: muita mentira, afirmava-se entre os Judeus.


Entretanto, viveram a experiência de Jesus vivo. Pedro comprovou que a tumba estava vazia. Assombra-se, mas não consegue viver a experiência Pascal.


Como as mulheres na madrugada do primeiro dia da semana, nós acreditamos, sem duvidar, que Jesus ressuscitou e vive em nosso meio. Assumimos a missão de discípulos e missionários, testemunhando a fé e o amor a começar de nossa casa.


Como batizados, crucificamos o egoísmo na cruz de Jesus para vivermos como novas criaturas, promovendo relações de diálogo, de reconciliação, de justiça, de paz e de fraternidade.


UMA FELIZ E SANTA PÁSCOA!

# Leituras do Sábado Santo


1ª Leitura – Gn 1,1-2,2

3ª Leitura – Ex 14,15-15,1

4ª Leitura – Is 54,5-14

5ª Leitura – Is 55,1-11

6ª Leitura – Br 3,9-15.32-4,4

7ª Leitura – Ez 36,16-17a.18-28

Salmo – Sl 103,1-2a.5-6.10.12.13-14.24.35c (R.30)

Salmo – Sl 117,1-2.16ab-17.22-23

Salmo – Sl 15,5.8.9-10.11 (R.1a)

Salmo – Ex 15,1-2.3-4.5-6.17-18

Salmo – Sl 29,2.4.5-6.11.12a.13b (R.2a)

Salmo – Is 12,2-3.4bcd.5-6 (R. 3)

Salmo – Sl 18,8.9.10.11 (R.Jo 6,68c)

Salmo – Sl 41,3.5bcd;42,3.4 (R. 41,2)

8ª Leitura – Rm 6,3-11

Evangelho – Mt 28,1-10