Pastoral do Menor da Arquidiocese de Fortaleza completa 25 anos

2

Há 25 anos, a Pastoral do Menor/PAMEN tem como missão promover e defender a vida das crianças e dos adolescentes empobrecidos e em situação de vulnerabilidade, desrespeitados em seus direitos fundamentais. O serviço realizado na Arquidiocese de Fortaleza é fortalecido por uma ação evangelizadora da Igreja, que se orienta pelas Diretrizes Gerais da CNBB, assumindo posturas de comprometimento com os mais empobrecidos e oprimidos, sempre na ótica da inclusão e dos direitos humanos. É uma Pastoral com mística e identidade próprias.


A PAMEN, na realização de suas ações, sustenta-se em quatro pilares: 1) JUSTIÇA; 2) ORGANIZAÇÃO; 3) MÍSTICA; 4) SOLIDARIEDADE. Dessa forma, faz-se presença evangelizadora e transformadora junto à criança e ao adolescente, baseando-se na vivência de uma mística que procura refletir a ação de Jesus Cristo, assegurando sempre mais a união com as Igrejas Cristãs e abertura ao diálogo inter-religioso.


Nesse Jubileu de Prata, a PAMEN teve a colaboração e presença de centenas de religiosos, religiosas, leigos, leigas, agentes de pastoral, educadores, intelectuais, a quem homenageamos também neste dia tão especial. E em nome de todos, citamos com justiça o nome de Irmã Crismanda, fundadora da PAMEN a qual deu início a esta linda e desafiadora jornada.


Para o futuro, a PAMEN pretende fortalece ainda mais a sua missão profética através da qualificação de seus agentes de pastoral e educadores.Além disso, reconhecer cada vez mais a importância do protagonismo infanto juvenil no processo de construção, conquista e defesa de sua cidadania.

Pastoral do Menor da Arquidiocese de Fortaleza