Próxima santa brasileira: Serva de Deus Madre Tereza Margarida "Nossa Mãe"

4

Entrevista com o postulador da Causa que explica todo o Processo

Amanhã, domingo, 4 de março, no Carmelo da cidade deTrês Pontas, MG, será a abertura oficial do Processo de Canonização de mais uma Santa brasileira, religiosa e fundadora do Carmelo da cidade, Madre Tereza Margarida do Coração de Maria, popularmente conhecida como “Nossa Mãe”.


É a terceira candidata aos altares da diocese de Campanha que já tem introduzido outros dois processos de Canonização: o do Servo de Deus Francisco de Paula Victor, sacerdote e o da Venerável Serva de Deus Francisca Paula de Jesus, “Nhá Chica”, leiga.


A cerimônia Oficial de Abertura do Processo começará às 14h, com a translação e reconhecimento dos restos mortais de Madre Tereza, com uma procissão saindo do Carmelo São José em direção à igreja Matriz de Nossa Senhora d’Ajuda.


Sua Excelência Dom Diamantino Prata de Carvalho celebrará a Santa Missa Solene, durante a qual se terá a Abertura do Processo. Depois da missa, em procissão, os restos mortais de Nossa Mãe serão levados até uma Capela especialmente construída ao lado do Carmelo.

Zenit entrou em contato com o postulador da Causa dos Santos, Dr. Paolo Vilotta, responsável pelo Processo de “Nossa Mãe”. Numa entrevista telefônica fizemos algumas perguntas que podem ajudar a esclarecer um pouco mais do que se trata esse Processo, como se organiza, quais são as etapas, etc, para que a Serva de Deus Madre Tereza Margarida, “Nossa Mãe”, chegue aos altares de toda a Igreja Universal.

Dr. Paolo Vilotta, o senhor poderia se apresentar um pouquinho e dizer-nos como é que o senhor, italiano, postulador da Causa dos Santos, veio parar em Três Pontas, MG?


Dr. Paolo Vilotta: Começo do início… cursei os estudos humanísticos, sou graduado em filosofia  e em letras em Roma e praticamente sempre colaborei com o padre Paolo Lombardo que era o Postulador a pouco tempo atrás. Comecei tudo sendo colaborador dele. E agora já faz quase dois anos que eu sou postulador. Atualmente tenho 25 causas aqui no Brasil.

E o que é um Postulador da Causa dos Santos?


Dr. Paolo Vilotta: O postulador é aquele que representa o Atores de uma causa. Os Atores são aqueles que a promovem. Portanto pode ser uma diocese, pode ser uma associação de fiéis que começam a levar adiante todo o trabalho processual de um candidato. Por exemplo aqui, para a “Nossa Mãe”, o Ator é o Carmelo e o postulador é quem coordena os trabalhos.

A fase diocesana, a fase da documentação, é necessário que seja bem feita por causa do trabalho que será feito depois em Roma. Isso é muito importante: se se faz um bom trabalho na parte diocesana, de investigação, se a comissão histórica trabalha bem, etc, quando chegar a Roma, que é a fase mais delicada, será mais fácil.

Neste sentido o Postulador na fase diocesana representa o Autor diante do bispo, e na fase Romana o representa diante da Santa Sé, especificamente diante da Congregação da Causa dos Santos ou de diversos dicastérios, depende de onde há necessidade.

O senhor é um advogado civil?


Dr. Paolo Vilotta: Não sou um advogado civil. Tenho a função de advogado na Causa dos Santos diante dos dicastérios da Cúria Romana.

Então, o Senhor não é um eclesiástico?


Dr. Paolo Vilotta: Não. Sou um leigo e trabalho para a Santa Sé.

E o que significa ser advogado? É o que popularmente, no passado, se chamava de “advogado do diabo”?


Dr. Paolo Vilotta: Na verdade, essa figura é o Promotor da Fé. Era aquele que ia encontrar os erros da causa. E o postulador é justo aquele que deve justificar a causa, deve confrontar-se com o Promotor da Fé. Portanto, eu sou aquele que está do “lado dos bons”.

E vindo para a história que nos interessa hoje, a da Madre Tereza Margarida, “Nossa Mãe”, qual tem sido o motivo da abertura do processo de canonização?


Dr. Paolo Vilotta: Em primeiro lugar, a Serva de Deus, “Nossa Mãe”, já tinha em vida uma grandíssima fama de santidade. Praticamente ela morreu em odor de santidade, e muitas pessoas já a tinham como santa naquele momento. Algo assim como víamos com João Paulo II na televisão, salvando as proporções, do “Santo Já”.

Na sua vida ela tem se distinguido como uma grande Mãe espiritual para muitas pessoas externas que vinham aqui para uma benção, para serem escutadas, ou para falar com ela, e ao mesmo tempo se distinguiu como uma grandíssima freira no interior do Carmelo.

E isso fez que, seja o bispo Dom Diamantino, que é da diocese que compete o caso, e naturalmente todas as irmãs do Carmelo pensassem rapidamente em começar a tramitação canônica processual.

Portanto, o primeiro motivo para começar o processo, a coisa fundamental, de toda pessoa, é a fama de santidade que goza uma pessoa.

E qual é a virtude principal, ou as virtudes principais de Madre Tereza Margarida?


Dr. Paolo Vilotta: O inquérito diocesano vai apurar justamente isso. E quando se fala sempre de processo de beatificação, de repente se poderia corrigir e dizer processo sobre as virtudes, que de fato é o modo correto como é chamado: Inquérito Diocesano sobre as virtudes.

E é isso: do testemunho de todas as irmãs, dos documentos processuais que surgirão, artigos, etc, se apurará se realmente viveu as virtudes teologais e cardeais num grau heróico, fora do comum. E este é o motivo do Inquérito Diocesano.

Eu pessoalmente, ainda que o Processo só começará oficialmente domingo, e infelizmente eu não a tenha conhecido pessoalmente, me admiro com a sua paciência, esse ser freira de clausura e ao mesmo tempo ser aberta a todos. E todos aqueles que a conheceram tinham essa impressão dela. E isso é realmente muito importante.

E já existe algum milagre?


Dr. Paolo Vilotta: Falam de muitas graças, mas ainda não de milagres. Que eu saiba não. Mas, espero que sim. De fato, já existem muitas pessoas que pedem a sua intercessão e muitos que se referem a algumas graças recebidas. Mas, ainda não se tem falado de um caso extraordinário, excepcional.

E não há necessidade de um milagre em algumas das etapas do Processo?


Dr. Paolo Vilotta: Depois do Processo diocesano, desse Inquérito diocesano, sairão à luz as virtudes vividas de maneira heróica e isto levará à veneração, que é o que está acontecendo com o Padre Victor de Três Pontas também, e do qual também sou o Postulador. Depois que se declara a vivência das virtudes heróicas, então é quando podemos chamá-lo de “Venerável”. E o mesmo poderá acontecer com “Nossa Mãe”.

Mas, para a beatificação é necessário um milagre. E nesse caso se faz um outro Processo que se chama Super Miro (sobre um Presumível Milagre), mais ou menos semelhante ao Processo feito sobre as Virtudes. Mas, aqui tem detalhes um pouco diferentes, por exemplo, precisa-se de um especialista médico ou só um técnico, depende da natureza do milagre, e depois de um tribunal da diocese e etc, quem recolhe a documentação… é um processo menor, centrado só no milagre. Depois disso pode-se decretar a beatificação. Naturalmente depois de um processo muito comprido de estudo também na sede Romana no Vaticano.

E como é que nós, brasileiros, podemos contribuir no Processo de Canonização de uma Santa Brasileira?


Dr. Paolo Vilotta: Em primeiro lugar, iniciar um Processo já é dar voz a tantos brasileiros. Há alguns dias atras organizamos um encontro com todos os autores das causas da postulação que eu represento, que são praticamente a metade dos Processos de Beatificação do Brasil. E um dos pontos principais é justo o de reforçar, com uma voz comum, a santidade brasileira, pois até agora isso não tem sido feito, permanecendo só nos santos que já existem. E isso é também um modo de fazê-los conhecido em todo o mundo.

Por exemplo, na Itália, há um exército de santos, mas é porque já tem uma cultura disso, desse buscar os próprios santos. E, na minha opinião, isso deve crescer mais ainda no povo brasileiro. Mas, penso que estão caminhando para isso.

E quantos são os santos que estão em processo de canonização no Brasil?


Dr. Paolo Vilotta: São uns 55 ou 60 no máximo, em diversas etapas: quem está iniciando o Processo, quem já é Beato, ou quem Venerável.

Ou seja, têm vários. Devemos contribuir, também no pouco, citá-los nas homilias, por exemplo, um sacerdote que cita como exemplo um santo local será a coisa mais bonita e importante para o povo brasileiro.

A família da Madre Tereza Margarida “Nossa Mãe” foi importante na vocação Carmelita da Serva de Deus?


Dr. Paolo Vilotta: Sim, foi muito importante porque lhe deram a base do conhecimento Cristão. Isso é fundamental em todos os percursos, no geral, ainda que nem sempre também. Mas, no caso de “Nossa Mãe” sim.

Ela teve um irmão bispo. Qual foi o papel desse irmão na sua vida?


Dr. Paolo Vilotta: Essa será a parte mais importante desse primeiro trabalho, neste caso da Comissão histórica, que apurará se o seu irmão teve ou não teve uma importância… Portanto, não tenho como responder muito porque justamente estamos começando a parte de inquérito, de investigação.

Qual é a virtude que uma Carmelita, freira de cláusura, pode propor para leigos brasileiros?


Dr. Paolo Vilotta: Nesse caso eu posso dizer somente a minha pequeníssima opinião, portanto, não é nada oficial, porque depois desse estudo poderá aparecer algo mais concreto.

No pouco que eu vi, a sua grandíssima paciência, mas sobretudo humildade, e a capacidade de acolher a todos ainda sendo uma freira de clausura. Ela foi uma freira de clausura que até mesmo impressionou esse mundo das irmãs de clausura. Era aberta para o exterior, mas com muito respeito pela ordem Carmelita, não foi uma reformadora… mas, tinha muito nela dessa humanidade, fortemente marcada para o mundo externo, para com os outros.

E essa santidade, essa fama de santidade, estava muito divulgada fora do mosteiro, fora da clausura. E isso é um dado que deve fazer-nos refletir muito também sobre a sua espiritualidade dirigida para o mundo todo. A sua oração interior, a sua clausura era totalmente dirigida a todos.

Um dado que prova isso, por exemplo, é ela ter fundado um Carmelo…


Dr. Paolo Vilotta: Sim. De fato, esse Carmelo está caracterizado também por isso, por esta particularidade de abertura.

Aqui no Brasil, qual é a pessoa concreta que chefia esse Processo?


Graças a Deus os meios de comunicação são muito rápidos, skype, telefono, email… Mas, esse mesmo encontro, tido semanas atras, formou oficialmente uma equipe de pessoas um pouco dispersas, falo nos casos dos quais eu sou o postulador. E isso nos levará à criação de um novo site, um jornal, uma revista onde se possa publicar notas biográficas e mater as paróquias, as dioceses, atualizadas na situação dos Processos.

Aproveito e faço a divulgação da nossa página www.postulazionecausesanti.it onde se encontrarão os candidatos dos quais eu sou o Postulador.

E para lembrar, no domingo, além da Abertura Oficial do Processo se terá a translação do Corpo de “Nossa Mãe”, que é outra coisa cultura que só agora está nascendo no Brasil, coisa que não existia antes, a veneração da relíquia, a exoneração do candidato à Santidade, e isso é algo muito importante e bonito.