#RETOMADA: A responsabilidade dos acolhedores

363

A Pastoral da Acolhida conta hoje com mais de 200 agentes pastorais que se doam ao serviço de acolher na Paróquia Nossa Senhora da Glória. Ao longo destes meses de afastamento, a Pastoral viveu momentos muito desafiadores. “Estar longe do contato direto com os fiéis foi muito difícil para cada um de nós. Mas os desafios demandaram a busca de alternativas”, conta Gustavo Brígido, que compõe a coordenação junto com a esposa Marlene e o jovem Newton Feitosa. “Os contatos virtuais se intensificaram. O tão esperado Terço da Acolhida foi mantido pelas redes sociais. Os agentes pastorais mantiveram contato diário uns com os outros, com apoio recíproco e medidas materiais de apoio aos que precisavam”, completa.

Agora, a Pastoral da Acolhida vai enfrentar o maior desafio da sua história, com o retorno das missas presenciais, a partir deste sábado (5/9). Sob a orientação do nosso pároco, Pe. Francisco de Assis Filho, em consonância com as determinações do nosso arcebispo, Dom José Antonio, todo o grupo de acolhedores vem se preparando para o retorno. “Teremos que nos adaptar a uma nova forma de servir e de nos comportar na casa de Deus, de modo a proteger uns aos outros, especialmente os nossos fiéis mais idosos”, destaca Gustavo.

Rezamos juntos, cada um em sua casa

Segundo destaca Newlton Feitosa, não foi fácil preparar o Terço da Pastoral da Acolhida durante o período de isolamento social. “Todos que costumavam rezar conosco estavam sentindo falta desse momento. Tivemos que nos reinventar, tocados pela graça de Deus. Confesso que foram muitos desafios. No primeiro terço nós preparamos um cenário lindo, mas caiu uma chuva que acabou atrasando o início. Era Deus querendo que tudo acontecesse do jeito d’Ele. E aconteceu como tinha que ser”, compartilha.

Newton garante que tudo foi feito com muito carinho para a nossa comunidade, contando com a ajuda do grupo. “Cada terço foi organizado com muito amor. Manifesto a minha gratidão à Pastoral da Acolhida e gratidão aos fiéis que acompanharam o nosso terço no período da pandemia”, agradece.