Santa Sé inaugurará novo site após a Páscoa

1

O novo site da Santa Sé está prestes a ser lançado. Foi anunciado pelo presidente do Pontifício Conselho das Comunicações Sociais, arcebispo dom Cláudio Maria Celli, na recente Plenária do dicastério. Segundo o arcebispo, o site estará online logo depois da Páscoa, primeiramente em italiano, inglês e francês.

“Será necessário esperar ainda um pouco para as outras línguas, inclusive chinês. Quisemos que o projeto se realizasse gradualmente, para que pudéssemos mudar o que fosse preciso durante o próprio processo”, explicou o arcebispo.

Dom Celli falou também dos temas abordados na Plenária, explicando que “a Igreja deve certamente aprender a anunciar Cristo segundo a linguagem mais fácil e direta, compreensível para as pessoas a quem se dirige. Hoje, fala-se de era e cultura digitais”.

O papa orientou o debate da Planária neste sentido. Dom Celli continua: “Ele nos lembrou que precisamos ter a coragem de ver com mais profundidade a relação entre a fé, a vida da Igreja e as mudanças que o homem está vivendo. Bento XVI nos pediu um esforço maior para ajudar os responsáveis na Igreja a entender, interpretar e falar a linguagem moderna da mídia em sua função pastoral”.

“Resumindo, o Pontífice quer que se pense nos desafios que o chamado ‘pensamento digital’ apresenta à fé e à teologia; e as perguntas e respostas consequentes”, disse dom Maria Celli.

Neste sentido, o arcebispo adiantou que o Conselho das Comunicações está organizando cursos de formação e de dar um novo sentido aos encontros com os bispos do mundo, em suas visitas ao Vaticano.

Está sendo organizado no Rio de Janeiro um seminário sobre a comunicação para os bispos brasileiros, um encontro no Oriente Médio e outro na África. No segundo semestre, haverá também um evento no Chile para os envolvidos na Rede Informática da América Latina (RIIAL).

No Continente Americano, dom Celli disse que conta com uma frutífera sintonia com o Conselho Episcopal Latino-americano (CELAM), cujo presidente, cardeal dom Raymundo Damasceno, “está particularmente atento a esta colaboração”.