Faça o seu exame de consciência

165

Celebração Penitencial – Semana santa – 2021

ANÁLISE BASEADA NOS 10 MANDAMENTOS DA LEI DE DEUS

1º MANDAMENTO – AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS
– Deixei de rezar por muito tempo?
– Rezei sem devoção?
– Duvidei da existência de Deus?
– Neguei a fé?
– Fui supersticioso?
– Consultei outras religiões ou seitas?
– Zombei da Religião Católica?
– Falei mal dos Sacerdotes?
– Zombei das Coisas Santas?
– Li livros contrários à religião Católica?
– Queixei-me contra Deus?
– Deixei de aprender a doutrina Cristã?
– Tive Vergonha de assumir ser católico?
– Declarei que o matrimônio, o sacerdócio, a confissão, a missa, estão ultrapassados?

2º MANDAMENTO – NÃO JURAR SEU SANTO NOME EM VÃO
– Disse o Nome de Deus, sem respeito em vão?
– Jurei por Deus em coisas vãs?
– Zombei das coisas sacras?
– Cantei músicas blasfemas?
– Zombei da Igreja, das cerimônias religiosas ou de seus representantes?
– Falei mal do Santo Padre, o Papa?
– Acusei a Igreja de ser falsa, ou desonesta?
– Acusei Deus de injusto?
– Roguei pragas?
– Contei piadas em que Deus aparece como personagem?

3º MANDAMENTO – GUARDAR DOMINGOS E DIAS SANTOS
– Faltei a Missa nos Domingos e dias de guarda?
– Cheguei tarde à Missa por minha culpa?
– Ri e conversei na Igreja e durante a missa?
– Vim a Igreja com roupas inadequadas?
– Passei o Domingo na frente da televisão?
– Faltei na missa nesse mesmo dia?
– Fiz piada com a santa missa?
– Fui na missa para “cumprir a obrigação”?
– Dediquei uma parte do meu tempo a Deus, lendo a Bíblia e rezando?

4º MANDAMENTO – HONRAR PAI E MÃE
– Fui malcriado para meus pais?
– Desejei mal a eles?
– Fui desobediente a eles?
– Tive ódio deles?
– Entristeci-os?
– Respondi mal a eles?
– Tive vergonha dos meus pais?
– Não os ajudei em suas necessidades?
– Fui motivo de vergonha para eles?
– Desobedeci à lei de Deus?
– Negligenciei como pai e mãe ou irmão mais velho, os deveres de educação e instrução religiosa?

5º MANDAMENTO – NÃO MATAR
– Desejei a morte de alguém?
– Desejei tirar minha própria vida?
– Guardei rancor e ódio?
– Não desculpei os que me pediam perdão?
– Deixei de pedir perdão?
– Agi como se alguém não existisse?
– Aprovo o aborto e eutanásia?
– Ensinei a praticar pecados?
– Seduzi alguém ao pecado?
– Desejei a guerra, ou entusiasmei por ela?

6º E 9º MANDAMENTO – NÃO PECAR CONTRA A CASTIDADE E NÃO DESEJAR A MULHER DO PRÓXIMO
– Pensei voluntariamente em coisas indecentes e impuras?
– Olhei com malicia para outras pessoas?
– Participei de conversas indecentes?
– Li ou cantei coisas indecentes ou imorais?
– Fiz do meu corpo um objeto sexual?
– Fiz do corpo dos outros um objeto sexual?
– Divulguei ou aprovei pornografia?
– Naveguei em sites pornográficos?
– Levei os outros ao pecado?
– Meu namoro é santo?
– Pratiquei masturbação ou fornicação?
– Aprovo ou uso métodos anticoncepcionais?
– Uso roupas indecentes?
– Frequentei locais imorais?
– Pratiquei adultério?
– Fiz intriga para acabar namoros ou casamentos que eu não aprovava, ou cobiçava?
– Aprovo a prostituição?
– Sou promíscuo?
– Zombei da virgindade de alguém?

7º E 10º MANDAMENTO – NÃO FURTAR. NÃO COBIÇAR AS COISAS ALHEIAS
– Roubei algo que não me pertencia?
– Aceitei ou comprei coisas roubadas?
– Fiquei com coisas achadas?
– Estraguei coisas dos outros?
– Enganei nos negócios, no peso na medida?
– Gloriei-me da desgraça dos outros?
– Neguei esmolas?
– Fiquei triste com a felicidade dos outros?
– Por querer, comunguei com pecado grave?
– Fui ganancioso? Invejoso?
– Pequei, dizendo antes de pecar; ‘depois eu me confesso?
– Fiz dívidas desnecessárias à subsistência?
– Paguei as minhas dívidas?
– Gastei meu salário com outras coisas, faltando em casa para a comida?
– Paguei com justiça os meus empregados?

8º MANDAMENTO – NÃO LEVANTAR FALSO TESTEMUNHO
– Menti? Prejudiquei a outros com mentiras?
– Falei mal dos outros? Fiz intrigas?
– Descobri os pecados dos outros?
– Inventei pecados dos outros?
– Falei os pecados dos outros?
– Sou fofoqueiro?
– Caluniei os outros em coisa grave?
– Julguei alguém?
– Fui fiel à verdade ao comentar acontecimentos passados?
– Exagerei ou inventei qualidades para ganhar um emprego ou subir no emprego?
– Prejudiquei alguém com minhas palavras?
– Fiz alguém perder o emprego?
– Fiz juízo errado das pessoas?
– Revelei faltas ocultas dos outros?
– Humilhei alguém na frente dos outros?
– Fui fingido e falso?
– Digo aos outros que sou católico, mas não frequento a Igreja?
– Caluniei os sacerdotes e religiosas?

ANÁLISE BASEADA NOS 5 MANDAMENTOS DA IGREJA

1º MANDAMENTO DA IGREJA: “PARTICIPAR DA MISSA INTEIRA NOS DOMINGOS E OUTRAS FESTAS DE GUARDA E ABSTER-SE DE OCUPAÇÕES DE TRABALHO”.
Ordena aos fiéis que santifiquem o dia em que se comemora a ressurreição do Senhor, e as festas litúrgicas em honra dos mistérios do Senhor, da santíssima Virgem Maria e dos santos, em primeiro lugar participando da celebração eucarística, em que se reúne a comunidade cristã, e se abstendo de trabalhos e negócios que possam impedir tal santificação desses dias. Os Dias Santos – com obrigação de participar da missa, são esses, conforme o Catecismo: “Devem ser guardados (além dos domingos) o dia do Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo, da Epifania, da Ascensão e do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo (Corpus Christi), de Santa Maria, Mãe de Deus (1º de janeiro), de sua Imaculada Conceição (8 de dezembro) e Assunção (domingo), de São José (19 de março), dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo, e por fim, de Todos os Santos.

2º MANDAMENTO DA IGREJA: “CONFESSAR-SE AO MENOS UMA VEZ POR ANO”.
Assegura a preparação para a Eucaristia pela recepção do Sacramento da Reconciliação, que continua a obra de conversão e perdão do Batismo. É claro que é pouco se confessar uma vez ao ano, seria bom que cada um se confessasse ao menos uma vez por mês, pois fica mais fácil de se recordar dos pecados e de ter a graça para vencê-los.

3º MANDAMENTO DA IGREJA: “RECEBER O SACRAMENTO DA EUCARISTIA AO MENOS PELA PÁSCOA DA RESSURREIÇÃO”.
O período pascal vai da Páscoa até festa da Ascenção e garante um mínimo na recepção do Corpo e do Sangue do Senhor em ligação com as festas pascais, origem e centro da Liturgia cristã. Também é muito pouco comungar ao menos uma vez ao ano. A Igreja recomenda a comunhão diária.

4º MANDAMENTO DA IGREJA: “JEJUAR E ABSTER-SE DE CARNE, CONFORME MANDA A SANTA MÃE IGREJA”.
No Brasil isso deve ser feito na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira Santa. Este jejum consiste em um leve café da manhã, um almoço leve e um lanche também leve à tarde, sem mais nada no meio do dia, nem o cafezinho. Quem desejar, pode fazer um jejum mais rigoroso; o obrigatório é o mínimo. Os que já tem mais de sessenta anos estão dispensados da obrigatoriedade, mas podem fazê-lo se desejarem. Diz o Catecismo que o jejum “Determina os tempos de ascese e penitência que nos preparam para as festas litúrgicas; contribuem para nos fazer adquirir o domínio sobre nossos instintos e a liberdade de coração”.

5º MANDAMENTO DA IGREJA: “AJUDAR A IGREJA EM SUAS NECESSIDADES”.
Recorda aos fiéis que devem ir ao encontro das necessidades materiais da Igreja, cada um conforme as próprias possibilidades. Não é obrigatório que o dízimo seja de 10% do salário, nem o Catecismo nem o Código de Direito Canônico obrigam esta porcentagem, mas é bom e bonito se assim o for. O importante é, como disse São Paulo, dar com alegria, pois “Deus ama aquele que dá com alegria” (cf. 2Cor 9, 7). Esta ajuda às necessidades da Igreja pode ser dada uma parte na paróquia e em outras obras da Igreja.

ATO DE CONTRIÇÃO
Senhor meu Jesus Cristo, Deus e homem verdadeiro, Criador e Redentor meu, por serdes vós quem sois, sumamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas, e porque vos amo e vos estimo, pesa-me, Senhor, de vos ter ofendido; e proponho firmemente, ajudado com os auxílios de vossa divina graça, emendar-me e nunca mais tornar a vos ofender; espero alcançar de vossa infinita misericórdia o perdão de minhas culpas. Amém.

CONTEÚDO EXTRA: