50ª Festa da Padroeira é aberta com fogos e mensagem do Pároco

326

Nesta quinta-feira, 05 de agosto de 2021, foi realizada a abertura da 50ª Festa da Padroeira da Paróquia Nossa Senhora da Glória, que este ano traz, como tema, “No teu Olhar, ó Mãe”.

O início se deu com o hasteamento das bandeiras, com a participação da banda da Polícia Militar e queima de fogos de artifício. Na ocasião, nosso pároco, Pe. Helano Samy fez a leitura do texto de abertura e motivação para os festejos de 2021.

“Seria justo que, exatamente no ano em que celebramos a 50ª Festa da Padroeira não tivéssemos os festejos?”, questionou Pe. Helano inicialmente. “Há 50 anos nossa Paróquia repousa sob o olhar da Mãe de Deus, que nos aponta sempre as alturas. Com ela, aprendemos a alçar voos cada vez mais altos, fitando estes olhos santos que espelham a luz da eternidade. Em Maria, nossa mãe e padroeira, nossa caminhada continua, pois somos peregrinos nesta terra ferida com tantas dores”, afirmou.

A Santa Missa foi presidida pelo Pe. Francisco dos Santos Monteiro, da paróquia de São João Paulo II, de Maracanaú, juntamente com o diácono Gilson.

Na reflexão do evangelho de Mateus 16, 13-23, o Pe. Francisco dos Santos nos falou sobre o olhar de nossa Mãe. “Na Palavra, nosso Senhor questiona a fé de seus discípulos: o que vocês ouvem e o que vocês pensam sobre mim? Mas Jesus também nos faz essa pergunta. Quais são nossas convicções sobre Ele? Pensemos sobre essa resposta. Assim como Pedro, nossa fé é abalada em alguns momentos, mas precisamos ter a convicção de quem é Jesus, precisamos conhecê-lo melhor”, afirmou o sacerdote.

“Na imaturidade de nossa fé caímos na incredulidade, a ponto de não enxergarmos o que Deus está fazendo em nossas vidas. Precisamos aprender com Nossa Senhora a confiar inteiramente no Senhor, pois em todas as horas do nosso dia Deus está agindo em nossas vidas. Devemos agradecer por tudo – a saúde, mais um dia de vida – e não apenas pelo que é extraordinário. Devemos aprender com Nossa Senhora a sermos humildes, a reconhecermos nossa pequenez, nossa fragilidade… e, assim, nos dispormos a reconhecer na nossa vida a grandeza de Deus”, completou.

Para Pe. Francisco dos Santos, a nossa grande batalha é lutar contra o pecado que nos separa de Deus, que nos descaracteriza da imagem que Ele nos criou. “Sejamos vigilantes, cuidadosos para combater o pecado. Precisamos priorizar nossos momentos de oração, assim como Nossa Senhora, que revigorava suas forças em Deus. Maria se torna, na fé, o grande referencial de mulher a testemunhar sua fé inabalável no Senhor. Que sejamos sempre mais a descendência do SIM, que busca obedecer a Deus, viver no seu amor e buscar nele forças e motivação para vivermos a vida com a qual Ele nos presenteou”.

Após a Santa Missa, a comunidade foi convidada a participar da Festa Social, que teve, como atração, o grupo de pagode “Meu Jeito”.

  • Acompanhe as novidades sobre os festejos de nossa Padroeira no Instagram @paroquiagloriafor.