Pedidos de noivado acontecem durante visita das Relíquias de Santa Teresinha à Paróquia da Glória

13
Padre Helano Samy abençoado as alianças do noivado de Rayan Diniz e Luiza Vitória – Foto: Romário Pinheiro, OCDS

Durante a visita das relíquias de Santa Terezinha, no dia 28 de abril, na Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora da Glória, em Fortaleza houve dois pedidos de noivados dos namorados Rayan Diniz e Luiza Vitória e Zaqueu Amorim e Isabela Albuquerque. Para os futuros casais esse momento foi profundamente marcante em suas vidas, pois foram abençoados pela presença da flor do Carmelo. O momento foi acompanhado pelo pároco local padre Helano Samy Holanda.

Foto: Romário Pinheiro

“A iniciativa do pedido de noivado partiu de mim, pois minha namorada é bastante devota de Santa Teresinha. Tudo era supressa para ela, nem mesmo as nossas famílias estavam sabendo. Então, quando soube da vinda das suas relíquias para a Paróquia da Glória, eu vi a oportunidade de realizar o pedido no momento. Conversei com o padre Helano, pároco da Glória, e a confirmação me veio através de um áudio dele, onde o mesmo me perguntou se o assunto seria sobre algo relacionado a casamento pois, no momento, ele estava rezando com as relíquias de São Pio de Pietrelcina”, diz Rayan.

“Isso tudo aconteceu na semana em que as relíquias viriam para a matriz paroquial. Na terça-feira, 23, me encontrei com o sacerdote para conversar e na sexta-feira, 26, comprei a aliança de noivado. Minha maior motivação foi a grande devoção dela (Vitória) por Santa Teresinha e a confirmação que recebi de Deus através do nosso padre. Eu não era tão devoto da santinha quanto a minha namorada, mas desde o dia do ocorrido a transformei como nossa madrinha de casamento e peço que interceda até o dia do nosso matrimônio. Mesmo que ocorram tribulações, quando algo vem de Deus, nada e nem ninguém tem poder de desfazer o desígnio d’Ele. Maior do que o momento, é o sacramento no qual receberemos”, explica Rayan.

Rayan Diniz e Luiza Vitória – Foto: Romário Pinheiro, OCDS

“Sou muito devota de Santa Teresinha. Quando soube que ela viria para Fortaleza, e mais precisamente para nossa Paróquia da Glória, marquei o dia no calendário e não iria perder por nada. Fazia a novena dela todos os dias, ininterruptamente, e meu pedido era sempre por minha vocação. No mês de abril resolvi não fazer porque iria pedir a ela pessoalmente, tocando em suas relíquias. Foi aí que chegou o dia e avistei a igreja lotada. Eu não iria conseguir chegar perto da minha santinha. Eis que o nosso santo padre Helano Samy anuncia o nome do meu, até então, namorado para subir ao altar”, pontua Luiza Vitória”.

“Naquele momento, me desmanchei em lágrimas. Era real! A minha graça alcançada aos pés de Santa Teresinha do Menino Jesus. Milhares de pessoas testemunharam o nosso primeiro sim. Sonhei com um lindo noivado, mas Deus preparou para nós algo infinitamente melhor do que nossa imaginação foi capaz de conceber. Há 6 anos, no início do nosso namoro, buscamos sempre em primeiro lugar as coisas do Alto. Deus não desonra seus filhinhos queridos”, conclui Vitória.

Durante a celebração padre Helano também convidou outros dois jovens namorados para realizar diante das relíquias o pedido de noivado: Zaqueu Amorim e Isabela Albuquerque. “Dizem que Santa Teresinha é quem escolhe os seus amigos, e não nós que a escolhemos. De fato, pois foi ela quem nos escolheu! Por diversas vezes ela nos confirmou a nossa união, principalmente nos momentos mais difíceis e conturbados, enquanto como casal tomávamos decisões que nos afastavam de Deus. Santa Teresinha nos ensinou a escolher a melhor parte, Jesus Cristo. O amor dessa pequena Santa, nos inspira e nos enche de admiração. Por esses e tantos outros motivos, escolhi ela para abençoar esta nossa relação, que enquanto namorados, ela nos mostrava o caminho”.

Padre Helano Samy dialogando com Zaqueu e Isabela – Foto: Romário Pinheiro, OCDS

“A priori eu, Zaqueu, já tinha feito o pedido de casamento, também na frente de uma imagem de Santa Teresinha, em nossa Paróquia em Petrolina (PE) – Paróquia de Nossa Senhora Rainha dos Anjos, sede da diocese, já desejando que ela nos abençoasse, pois nem imaginávamos que teríamos essa oportunidade de ver suas relíquias tão de perto, por estarmos longe e não sabermos se teríamos como vir na data que ela estaria em Fortaleza. Mas como grande intercessora, Santa Teresinha colocou em meu coração (Isabela) de que seria uma graça alcançada se pudéssemos ter a bênção das nossas alianças diante das suas relíquias. E assim, ela nos deu essa grande oportunidade de que eu (Zaqueu) fizesse esse pedido novamente, agora de forma pública e na sua presença, abençoados através do grande pároco, padre Helano”, explica Zaqueu e Isabela.

Foto: Romário Pinheiro, OCDS

Rayan e Luiza Vitória, e Zaqueu e Isabela, foram abençoados com momentos verdadeiramente especiais durante a visita das relíquias de Santa Teresinha. Suas histórias destacam como a devoção e a confiança em Deus podem levar a experiências verdadeiramente transformadoras. É emocionante ver como Santa Teresinha tem sido uma guia e intercessora tão poderosa em suas vidas, conduzindo-os para um compromisso mais profundo com Deus e uns com os outros. Viva a santinha casamenteira!

Texto: Thiago Ribeiro – Serviço de Comunicação da Arquidiocese de Fortaleza